.

domingo, 26 de fevereiro de 2017

PORQUE HOJE É DOMINGO...





                                                     A DESPEDIDA DO PADRE


 No jantar de despedida, depois de 25 anos de trabalho à frente da paróquia, o padre discursa:
 - A primeira impressão que tive desta paróquia foi com a primeira confissão que ouvi. A pessoa confessou ter roubado um aparelho de TV, dinheiro dos seus pais, a empresa onde trabalhava, além de ter aventuras amorosas com as esposas dos amigos. Também se dedicava ao tráfico de drogas e havia transmitido uma doença venérea à própria irmã. Fiquei assustadíssimo.                 
                                



 Com o passar do tempo, entretanto, conheci uma paróquia cheia de gente responsável, com valores, comprometida com sua fé.

 Atrasado, chegou então o Presidente da Câmara para prestar uma homenagem ao Padre. Pediu desculpas pelo atraso e começou o discurso:

 - Nunca vou esquecer o dia em que o Padre chegou à nossa paróquia. Como poderia? Tive a honra de ser o primeiro a me confessar.

 Seguiu-se um silêncio assustador.
                                                                             

  MORAL DA HISTÓRIA:  Nunca se atrase!

sábado, 25 de fevereiro de 2017

FOI DE FÉRIAS !

© João Menéres

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

UMA JANELA QUE JÁ FOI NÃO DESEJADA

© João Menéres



AINDA ME LEMBRO DAS MÃOS
QUE SE ESTENDIAM PARA O EXTERIOR...
E FOI HÁ SETENTA E TAL ANOS...

HOJE É O POSTO DE TURISMO
DE PONTE DE LIMA
E AS PESSOAS ENTRAM 
À PROCURA DE INFORMAÇÕES.
MAS MUITAS DÉCADA ATRÁS,
ESTA JANELA QUASE AO NÍVEL DA RUA
ERA A PRISÃO MASCULINA DA COMARCA.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

FIM DE TARDE

© João Menéres




TÃO LIVRE COMO O MAR...




quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

ROSA VERMELHA

© João Menéres



ESTA ROSA É PARA QUEM A APRECIAR.
COMO TAL, NÃO VOU POETISAR.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

NOVA VERSÃO DE " NUMA MARINA"

© João Menéres

A ANA FREIRE SUGERIU 
E EU SATISFI...

( Embora tenha aliviado um tanto ).

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

NUMA MARINA

© João Menéres